• Saviitri Ananda

CRIAMOS A NOSSA REALIDADE


Este é um relatório de 3 experimentos com o DNA (ADN) que provam as qualidades e auto-cura do mesmo em consonância com os sentimentos da pessoa. As experiências foram feitas por Gregg Braden, design de informática que estudou por mais de 20 anos a questão da cura quântica. 1. O primeiro experimento foi realizado pelo Dr. Vladimir Poponin, da Academia Russa de Ciência. Nesta experiência começou-se por esvaziar um recipiente (quer dizer que se criou um vazio em seu interior) e o único elemento deixada dentro foram fótons (partículas de luz). Foi medida a distribuição destes fótons e descobriu-se que estavam distribuídos aleatoriamente dentro deste recipiente. Este era o resultado esperado. Então foi colocada dentro do recipiente uma amostra de DNA e a localização dos fótons foi medida novamente. Desta vez os fótons haviam se ORGANIZADO EM LINHA com o DNA. Em outras palavras, o DNA físico produziu um efeito nos fótons não-físicos. Depois disto, a amostra de DNA foi removida do recipiente e a distribuição dos fótons foi medida novamente. Os fótons PERMANECERAM ORDENADOS e alinhados onde havia estado o DNA. A que estavam conectadas as partículas de luz? Gregg Braden diz que estamos impelidos a aceitar a possibilidade que exista um NOVO campo de energia e que o DNA está se comunicando com os fótons por meio deste campo. 2. Este experimento foi levado a cabo pelos militares. Foram recolhidas amostras de leucócitos (células sanguíneas brancas) de um número de doadores. Estas amostras foram colocadas em um local equipado com um aparelho de medição das mudanças elétricas. Nesta experiência, o doador era colocado em um local e submetido a "estímulos emocionais" provenientes de vídeoclips. O DNA era colocado em um lugar diferente do que se encontrava o doador, mas no mesmo edifício. Ambos, doador e seu DNA, eram monitorados, e quando o doador mostrava seus altos e baixos emocionais (medidos em ondas elétricas), o DNA expressava RESPOSTAS IDÊNTICAS e AO MESMO TEMPO. Não houve lapso e retardo de tempo de transmissão. Os altos e baixos do DNA COINCIDIRAM EXATAMENTE com os altos e baixos do doador. Os militares queriam saber o quão distantes podiam ser separados o doador e seu DNA e continuarem observando este efeito. Pararam de experimentar quando a separação atingiu 80 quilômetros entre o DNA e seu doador e continuaram tendo o MESMO resultado. Sem lapso e sem retardo de transmissão. O DNA e o doador tiveram as mesmas respostas ao mesmo tempo. Que significa isto? Gregg Braden diz que isto significa que as células vivas se reconhecem por uma forma de energia não reconhecida anteriormente. Esta energia não é afetada pela distância e nem pelo tempo. Esta não é uma forma de energia localizada, é uma energia que existe em todas as partes e todo o tempo. 3. O terceiro experimento foi realizado pelo Instituto Heart Math e o documento que lhe dá suporte tem este título: Efeitos locais e não locais de frequências coerentes do coração e alterações na conformação do DNA (Não se fixem no título, a informação é incrível!). Este Experimento relaciona-se diretamente com a situação do Antrax. Neste experimento tomou-se o DNA de placenta humana e colocou-se em um recipiente onde se podia medir as alterações do mesmo. Vinte e oito amostras foram distribuídas, em tubos de ensaio, ao mesmo número de pesquisadores previamente treinados. Cada pesquisador havia sido treinado a gerar e sentir sentimentos, e cada um deles podia ter fortes emoções. O que se descobriu foi que o DNA MUDOU DE FORMA de acordo com os sentimentos dos pesquisadores: - Quando os pesquisadores sentiram gratidão, amor e apreço, o DNA respondeu RELAXANDO-SE, e seus filamentos esticando-se. O DNA tornou-se mais grosso. - Quando os pesquisadores SENTIRAM raiva, medo ou stress, o DNA respondeu APERTANDO-SE. Tornou-se mais curto e APAGOU muitos códigos. Você já se sentiu alguma vez "descarregado" por emoções negativas? Agora já sabe porque seu corpo também se descarrega! Os códigos de DNA conectaram-se novamente quando os pesquisadores tiveram sentimentos de amor, alegria, gratidão e apreço. Esta experiência foi aplicada posteriormente a pacientes com HIV positivo. Descobriram que os sentimentos de amor, gratidão e apreço criaram RESPOSTAS DE IMUNIDADE 300.000 vezes maiores que a que tiveram sem eles. Assim, o que temos aqui é uma resposta que nos pode auxiliar a permanecermos com saúde, sem importar quão daninho seja o vírus ou a bactéria que esteja flutuando ao redor. Mantendo os sentimentos de alegria, amor, gratidão e apreço. Estas alterações emocionais foram mais além de seus efeitos eletromagnéticos. Os indivíduos treinados para sentirem amor profundo foram capazes de mudar a forma de seu DNA. Gregg Braden diz que isto ilustra uma nova forma de energia que conecta toda a criação. Esta energia parece ser uma REDE ESTREITAMENTE TECIDA que conecta toda a matéria. Podemos influenciar essencialmente esta rede de criação por meio de nossas VIBRAÇÕES. O que tem a ver os resultados destas experiências com nossa situação presente? Esta é a ciência que nos permite escolher uma linha de tempo que nos permite estar a salvo, não importa o que aconteça. Como Gregg explica em seu livro O efeito Isaías, basicamente o tempo não é apenas linear (passado, presente e futuro) mas também é profundidade. A profundidade do tempo consiste em todas as linhas de tempo e de oração que possam ser pronunciadas ou que existam. Essencialmente, suas orações já foram respondidas. Simplesmente ativamos a que estamos vivendo por meio de nossos SENTIMENTOS. É assim que criamos nossa realidade, ao escolhermos nossos sentimentos. Esses sentimentos estão ativando a linha do tempo por meio da rede de criação, que conecta a energia e a matéria do universo. Lembre-se que a lei do Universo é que atraímos aquilo que colocamos em nosso foco. Se focamos em temer qualquer coisa seja lá o que for, estamos enviando uma forte mensagem ao Universo para que nos envie aquilo a que mais tememos. Em troca, se pudermos nos manter com sentimentos de alegria, amor, gratidão e focarmos em trazer mais disto para nossas vidas, automaticamente iremos afastar o negativo, estaríamos escolhendo uma Linha de Tempo diferente com estes sentimentos. Por isso, busquemos por coisas que nos alegrem, estejamos bem todos os dias, todas as horas se possível, momento a momento, ainda que sejam alguns poucos minutos. Esta é a mais fácil e a melhor proteção que podemos ter.. Somos nós que criamos nossa realidade e precisamos fazê-lo de uma forma responsável. Lembre-se que não é o nosso pensamento em si que transforma nossa realidade, mas a crença que expressamos através desse pensamento. O pensamento positivo pode estimular nossa fé, mas o que atrai as coisas para nossa vida é a crença que temos nelas. Pensamentos geram apenas estímulos e a crença gera realidade. Os pensamentos positivos só podem se manifestar se estiverem em sincronia com as nossas crenças. Se acreditarmos que não somos “muito espertos”, nosso cérebro assumirá essa crença e nós seremos limitados; se você acreditarmos que somos pobres e que sempre teremos que lutar para sobreviver, nossa própria crença criará essa experiência; independentemente do número de empregos que tivermos ou de quanto ganharmos neles, porque essa crença básica será gerada, projetada na dimensionalidade e certamente se manifestará, nos fazendo lutar economicamente. Devemos lembrar sempre que projetamos nossas crenças e nos encontraremos frente à frente com suas manifestações quando olhamos para o mundo à nossa volta; não podemos escapar das nossas crenças porque elas são o método através do qual criamos a nossa experiência. Estamos numa existência física e ela nos possibilita aprender e entender que nossas crenças causam toda a nossa experiência quer sejam sentimentos, pensamentos e emoções. Se acreditarmos que o mundo está contra nós, assim será; se acreditarmos que nosso corpo vai adoecer e envelhecer precocemente, assim será; da mesma forma se acreditar que as pessoas nos querem bem, é isso que elas farão. A nossa experiência podem mudar as nossas crenças e, no momento que quisermos, estaremos no controle e poderemos escolher no que acreditar. A chave está em nosso “Eu Interior”, em formar crenças através da escolha consciente e não se programar inconscientemente. Bjos no Coração Namastê! Saviitri Ananda - CRTH/BR0230

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo