• Saviitri Ananda

DESENVOLVIMENTO ÁURICO


"À medida que você cresce em consciência através de suas múltiplas jornadas na dualidade, ativa mais camadas no nosso campo áurico. A cada nova ativação, mais responsabilidade é requerida, uma percepção mais ampla é naturalmente exigida para a perfeita manutenção da Aura. A ressonância final e mais eficiente é o Circuito 13-20-33. Este constitui a proporção e fluxo fundamentais do Campo Áurico qualificado e totalmente desabrochado. É a ressonância que lhe permite fluir para o Corpo de Luz Cristalino. A não ser que 13-20-33 seja alcançado, cultivado e sustentado, a aquisição do Corpo de Luz é inatingível.



Antes de nos aprofundarmos neste tema importante, gostaríamos de acrescentar um aviso: a expansão Áurica é uma jornada e não uma destinação. Em outras palavras, o que é obtido DEVE ser mantido. Muitas pessoas alcançaram altos níveis da ativação de camadas Áuricas, mas acabaram perdendo a luminosidade e o circuito devido à inconstância de sua disciplina e à falta de compreensão das condições requeridas para a sustentação delas." "A maioria das chamadas “Almas Velhas”, entrou no Plano da Terra originalmente no Corpo de Luz Cristalino, na Mer-Ka-Bah do verdadeiro Mestre Ascensionado. Com a Queda do Firmamento, entraram deliberadamente no “Universo da Dualidade” e, com o tempo, perderam a conexão com o aspecto mais elevado da sua verdadeira essência. Então, suas auras desceram em espiral junto com suas consciências, enquanto elas entravam na densidade difusa dos corpos físicos da polaridade.

Agora se faz necessário esclarecer que o advento da dualidade no Plano da Terra não foi acidental. Foi o que poderíamos chamar de ocorrência deliberada para possibilitar a experiência e o crescimento dentro da dualidade. A Terra tornou-se uma Universidade, no seu papel de Planeta Escola ou Planeta de Escolha. A maioria das escrituras religiosas refere-se a isto como a “queda” da humanidade. Mas, na verdade, foi um “maya” intencional, uma ilusão com um propósito. A dualidade colocou filtros na consciência, e foi/é necessário muito trabalho para “crescer” de volta à total consciência cristalina. Mas TODOS os seres humanos escolheram este crescimento, e ele carrega referências sucintas.

O experimento da dualidade trouxe consigo certas vulnerabilidades e possibilitou o que podemos chamar de contratempos propositais. Então, esta é a jornada da dualidade, o caminho contratual para o ressurgimento, através do crescimento e da superação de obstáculos. E assim, neste processo de re-crescimento, o denso tornou-se mais denso, o físico tornou-se mais solidificado, e os hemisférios do cérebro humano ficaram presos na polaridade da grade dodecaédrica. E assim, o ser humano da dualidade cíclica encarnou em vidas dominadas pela mente objetiva e pela experiência dos chakras inferiores. Este nível de inconsciência permitiu apenas o campo chákrico de 7 camadas, com o objetivo de ativar os 4 chacras superiores a partir dos 3 inferiores, unificando os sete num fluxo completo.


A dualidade era definida pelo eletromagnetismo polar, e o sistema de grade que determinava o nível de densidade era o magnetismo ou grade da gravidade. Na verdade, isto foi ajustado para diferentes níveis, ao longo do processo de desenvolvimento da humanidade. Durante uma grande parte do tempo linear, desde a Era Dourada da Atlântida, a grade da gravidade só permitiu um circuito 8-8-16 na Aura Humana, e a Mer-Ka-Bah de dois gêneros foi o Corpo de Luz que possibilitou o crescimento a partir desse nível de frequência. Certos Avatares voltaram à dualidade entre 5000 a 2000 anos atrás – de acordo com a sua forma de medir o tempo linear para “trás”, neste sucinto holograma da realidade – a fim de começar a reestabelecer o padrão de ressonância 13-20-33. Entretanto foi somente depois da Convergência Harmônica de 1987 que o reajuste da grade permitiu o renascimento do potencial de 13-20-33 para as massas. Este foi disponibilizado inicialmente com a Grade Cristalina-144 em 2001. A Era Cristalina através da Grade Cristalina é que capacita totalmente o retorno ao padrão 13-20-33 que permite o ressurgimento do Sistema Triplo da Mer-Ka-Bah não polar de 7 camadas, com o objetivo de ativar os 4 chacras superiores a partir dos 3 inferiores, unificando os sete num fluxo completo. Este brilhante artigo não é meu, achei-o nos meus velhos cadernos e não mencionava a autoria. Devido a sua importância compartilho com vocês. Bjos no Coração Abraço na Alma Namastê! Saviitri Ananda - CRTH0230




0 comentário

Posts recentes

Ver tudo