• Saviitri Ananda

DOSHA - PERFIL BIOLÓGICO



Dosha é a caracterização do perfil biológico do indivíduo, de acordo com o ayurveda. Existem três doshas: Vata, Pitta e Kapha, sendo que cada um possui características determinantes. Todas nós possuímos os três doshas, mas em proporções variadas; via de regra há sempre um excesso ou uma carência de um dos três doshas, o que causa um desequilíbrio, e pode originar a doença. Há uma extensa literatura a respeito de cada um dos doshas, mas suas funções básicas podem ser definidas ampla e simplesmente: o dosha Vata é o princípio dominante no corpo que controla o movimento; o dosha Pitta controla o metabolismo e a digestão; e o dosha Kapha é responsável pela estrutura física e o equilíbrio dos fluidos. Cada célula do nosso corpo precisa conter esses três princípios a fim de sustentar a vida: precisamos ter Vata para nos movimentarmos, respirarmos, para que nosso sangue circule, para que os alimentos se desloquem através do aparelho digestivo, e para enviar impulsos nervosos ao cérebro e a partir dele. Precisamos ter Pitta a fim de assimilar e processar os alimentos, o ar e a água através dos diversos sistemas do corpo. Temos necessidade de Kapha, ou estrutura, para manter as células juntas e formar os músculos, a gordura, os ossos e o tecido conjuntivo. A vida humana precisa dos três princípios para ser criada e sustentada e cada um de nós encerra diferentes proporções dos doshas em sua constituição básica. Quando digo, por exemplo, que uma pessoa é desse dosha, faço referência a certas características que são dominantes na estrutura dessa pessoa. Quando identificamos e compreendemos o tipo de corpo que temos, podemos colocar nossa alimentação, nosso cotidiano e até mesmo nossa maneira de nos comportarmos em perfeita harmonia com nossa fisiologia, de uma maneira holística e podemos ter acesso as nossas reservas internas de energia. 1- VATA-(Éter-Ar) Os indivíduos Vata são instáveis, sempre alertas e rápidos a agir e a tomar decisões, porém, muitas vezes são bem indecisos. Aborrecem-se facilmente, possuem grande imaginação e algum receio da escuridão e de espaços fechados. Adoram mudanças e ação constante. Vivem no “mundo da lua”. Geralmente são artistas, pessoas criativas, músicos e bons professores. Características: maciez, leveza, sutileza, secura, delicadeza, aspereza, instabilidade, mobilidade, fluxo livre. Possuem um corpo leve e flexível, mais altos ou mais baixos, a maioria são pessoas magras com dificuldade de ganhar peso, pele ressecada, musculatura não desenvolvida, longilíneas, veias proeminentes, olhos ressequidos e pequenos, cabelos e couro cabeludo secos, podendo ter caspa e calvície. Sono leve e tendências à insônia, sonhos agitados e pesadelos. Apetite e sede irregulares, tem muitas vezes problemas digestivos com fezes ressequidas em pouca quantidade e má assimilação dos nutrientes. Não gostam nada que seja agressivo. Para equilibrar Vata deve-se: - comer refeições regulares, de acordo com as estações do ano. - manter-se hidratados, com muita água com gotas de limão ou laranja, ou pitadas de sal e chás de ervas no intervalo das refeições. - ter o corpo bem nutrido com cremes ou óleos próprios para o dosha e receber massagens regularmente. - desfrutar de um bom banho quente, sobretudo no Outono e no fim da tarde. É muito importante estabelecer rotinas, e fazer pausas no dia a dia, para momentos de centramento, yoga e respiração lenta e profunda. Em equilíbrio, os indivíduos Vata precisam de um trabalho em que possam dar asas à sua criatividade e que alimentem a sua alma. Por exemplo, relações públicas, publicidade, literatura, o mundo da moda ou da música. Nos tempos livres, devem escolher artes ou jardinagem, passatempos bem relaxantes. Yoga e meditação são as práticas indicadas, especialmente ao fim da tarde. Em tempo de férias, um mantra bem feliz para vata é -sol, mar e um bom sono. É bom evitarem preencher todo o seu tempo com atividades. PITTA – (Fogo-Água) As pessoas de Pitta tem discernimento, são inteligentes e, como o fogo, são penetrantes, rápidos e fortes, e são muito mais encalorados que os outros doshas, por isso preferem climas mais frescos - estas são as pessoas que deixam as janelas abertas ou arregaçam as mangas mesmo no inverno. São confiantes determinados e têm a facilidade de focar a atenção e as suas energias de uma forma bem eficiente. Podem também ser competitivos, muito críticos e perfeccionistas, argumentativos e encolerizar-se facilmente. Características: calor, ardência, secura, untuosidade, agudeza, profunda penetração. São indivíduos de musculatura elegante e desenvolvida, com estrutura óssea e peso médio, pele bonita, mas propensa a acne e inflamações. Ficam facilmente com s olhos vermelhos. Sensíveis a luz do sol, por vezes usam óculos para proteger. Cabelos finos, grisalhos e calvos cedo. Um forte apetite e boa digestão, comem de tudo e muito, e não engordam, estão propensos a azia e hiperacidez. Sono moderado, tendo as vezes, conflito com as emoções no sonhos. A bile excessiva lhe confere muita cor as fezes, urina e muco. Costumam ter intestino solto. Transpiram com facilidade. Possuem normalmente sangue quente. Irritam-se e se cansam com o excesso de calor, do sol e do fogo, e adoram a água, sombra e o frio. A estação Pitta é a primavera e o verão. Tendem a ser ágeis, gostam de ganhar e detestam perder. Estão mais ativos por volta do meio dia e a melhor hora para se deitarem é antes das dez da noite. Para equilibrar Pitta devemos: - manter-se frescos no verão e evitar o sol direto. - preferir duchas frescas, com água fria no final do banho. - comer com regularidade, três refeições ao dia. - Evitar estimulantes como especiarias picantes, café e álcool em excesso, alimentos salgados e gordurosos, e dar preferência a muita fruta fresca, saladas e sumos naturais. É muito importante a descontração; evitando a tendência de ser super organizado, trazendo o máximo de espontaneidade à sua vida! Tentar escolher desportes não competitivos, embora com estímulo suficiente para não serem entediantes . Desportes aquáticos, desportes de inverno e yoga. A dança como a salsa encoraja a partilha. Para as férias, escolher climas temperados, e não preencher demasiado os seus dias com atividades. Tirar pequenas sonecas na sombra, quando o sol está a pique, e dar passeios bem relaxantes na fase mais fresca do dia. Escolher uma carreira compatível com o seu dosha, como administração de empresas, consultadoria, advocacia, medicina ou pesquisa . Para equilibrar a tendência de um excesso de stress na vida profissional, ter atividades relaxantes nos tempos livres. Praticar técnicas de relaxamento e meditação. Desfrutar de boa música, arte, dança e espiritualidade. Kapha–(Água-Terra) Devido ao seu elemento terra, essas pessoas transmitem segurança, são para elas que recorremos quando precisamos de apoio ou um bom conselho. Costumam ser sedentários, mas têm uma ótima resistência, caso decidam realmente entrar para uma atividade física, vão em frente e realizam muitas coisas. Sofrem pela falta de disciplina e ação. São emotivos, em harmonia, são leais, amorosos e dedicados. Em desarmonia têm muitos desejos, quando apegados podem ser gananciosos. São pessoas sentimentais, e choram com facilidade. Não mudam facilmente de opinião e não têm qualquer problema em conservar as suas amizades, adoram trabalhar em grupo e poderem se sentir úteis e amados. Por ter uma ótima memória, tendem a se apegar ao passado. As mulheres, são ótimas mães e esposas, adoram servir a família, e cuidar dos outros. Os homens são bons mestres-cucas, cantores, banqueiros e administradores, uma vez motivados podem ter um ótimo desempenho. Intuitivos, o seu amor pela paz e estabilidade é genuíno. Características: maciez, Frieza, oleosidade, letargia, viscosidade, estabilidade, pesado, grosso, denso. As pessoas que tem Kapha como principal dosha, são robustas, bem constituídas, tendem a ser baixas e atarracadas, com sua caixa torácica bem desenvolvida. Apresentam a pele espessa, tendendo a ser oleosa e úmida. Olhos grandes, brancos e atraentes com seus cílios grandes. Cabelos fartos. Dentes grandes, brancos e bonitos. Possuem uma boa memória, voz calma e pausada. Com um pequeno mas constante apetite, sua digestão é lenta, são bons apreciadores da mesa, e por isso têm facilidade em ganhar peso. Algumas vezes a apetência por alimentos doces ou salgados, levam à retenção de água no organismo, diabetes e doenças relacionadas à obesidade, asma, inchaço e congestão. Adoram comer, preguiçar, não gostam de acordar cedo, não conseguem ficar até tarde acordados e adoram dormir longos sonos, dê preferência numa cama bem macia! Acumulam grande quantidade de muco, particularmente de manhã. Sofrem com o frio e a umidade, preferem o calor, sol e clima seco. Para equilibrar Kapha: - Procurar estímulo mental e físico para beneficiar a mudança de seus hábitos diários. Se têm um trabalho muito rotineiro, devem inserir alguma ação e variedade nos seus tempos livres. - Conviver com amigos. - Evitar dormir demais. Dormir com cobertores leves e se necessário acordar com o despertador. -Comer três vezes por dia, combinar uma dieta apropriada com exercício físico. -Devem ser encorajados à prática de esportes com companheiros cheios de energia. Apreciam a dança, mas algo mais enérgico que uma lenta valsa. É bom lembrar que o relaxamento é importante para todos, mas os períodos mais calmos são apenas uma parte do dia e não um estilo de vida! Os Kapha não gostam de ser incomodados nem levados para além da sua zona de segurança. As férias e fins de semana devem ser bastante ativos. Escolher um clima quente e fazer caminhadas ou passeios de bicicleta. Reservar apenas uns dias para a preguiça total, e passar a maioria do tempo a visitar novos lugares. Beber bastante chá de gengibre e evitar alimentos salgados e ácidos. A meditação é uma ajuda preciosa para manter a saúde, mas só a praticar nas horas do dia em que estão completamente despertos. Para desintoxicação são necessárias atividades físicas constantes, dieta adequada, orientada por um profissional, e momentos que possam expressar sua devoção através da prática de invocar mantras. Diagnóstico Ayurvédico: O ayurveda restabelece o equilíbrio original dos doshas da pessoa por meio de dietas, exercícios físicos, uso de plantas medicinais, massagem, yoga e meditação. No Ayurveda, o diagnóstico não se limita simplesmente a identificar as patologias ou a constituição psicofísica de cada individuo, mas estende-se a níveis mais sutis, tendo como foco: observar os fatores que influenciam a interação entre as forças do estado de saúde e doença e as forças de equilíbrio e desequilibro que atuam no organismo. Através do diagnóstico ou autoanalise do pulso, da língua, das unhas, face, lábios, olhos, urina, fezes e até um acompanhamento holístico realizado com ajuda de um profissional, é possível conhecer a sistemática dos fatores do corpo que irão acusar a natureza do mesmo, assim como também as reações corporais influenciadas pelas tendências comportamentais, ou seja, a real identificação do dosha predominante nos permite perceber o desenvolvimento que ocorre ao decorrer da vida, contando com todas as influências do meio ambiente em que a pessoa vive. Identificando o dosha dessa forma, é possível atingir um dos maiores objetivos do Ayurveda: a prevenção das doenças, e consequentemente, a promoção de saúde e vitalidade. Bjos no Coração Abraço na Alma Namastê! Saviitri Ananda - CRTH/BR0230

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo