• Saviitri Ananda

DRAGÃO AUTO EXISTENTE


A energia do Dragão nos traz foco e objetividade, afinal nós podemos mudar o mundo e temos que começar por nós mesmos, focados no Aqui e Agora, participando e interagindo com a coletividade. Saber só não resolve; conhecimento estagnado “apodrece” e por isso é necessário uma participação ativa. Devemos confiar no nosso Eu Sou, na nossa intuição, no deus que fala dentro de nós. Lembremos que fazemos parte da Noosfera, que todas nossas intenções, ações e pensamentos refletem nessa imensa rede neural de Gaya. Toda vez que interagimos com outras pessoas, estamos alimentando espiritual, emocional e socialmente o coletivo, porque abrimos nosso coração e as nossas crenças, experiências, ilusões e emoções ressonam uma energia que atinge a todos. Quando concordamos em nascer, aceitamos estar Aqui e Agora para compartilhar nossa vida e fazer uma caminhada à evolução, usando nosso corpo para desenvolver nosso espírito. No entanto nós mantemos a conexão via alma com nosso Criador, Mestres, anjos, entidades de Luz que se juntaram a nós ao longo do caminho e nos orientam e guiam. Temos o “poder” de escolha pois nascemos com sabedoria e inteligência para agir e tomar decisões e devemos ter em mente que somos a melhor coisa que nos aconteceu e temos a existência para expandir nosso conhecimento, tomando decisões, nutrindo o corpo e o espírito, vivendo cada momento com a capacidade de escolher o próximo. Podemos sentir e escolher tudo e estabelecer relações com as pessoas, com o ambiente, com todas as formas de vida até voltarmos para “casa” novamente. É muito importante percorrer a vida conscientemente e sempre alterar nossa rota, fazer as mudanças necessárias para obter diferentes caminhos que nos conectam com inúmeros lugares e pessoas. O tempo é nosso aliado e viver o presente contínuo é muito importante porque cada momento é único. Sabe aquele ditado que diz que o percurso do rio pode ser sempre o mesmo, mas que suas águas não? Temos uma rota definida, mas nascemos e morremos a cada dia e o presente vira passado e futuro num piscar de olhos...e somos diferentes a cada minuto. Nascemos a cada respiração, todos os dias, a cada possibilidade. Quando passamos a entender o tempo natural, o temos à nossa disposição, temos o tempo e o não-tempo, somos espaço-tempo em um grande círculo, e cada instante é uma possibilidade de escolha para nós. Do passado devemos trazer apenas as coisas boas, nossos sonhos; porque agora temos maturidade e força para concretizá-los. Bjos no Coração Namastê!

Saviitri Ananda - CRTH0230

Kin 121, Dragão Auto Existente Vermelho


Nutrir, Medindo o Ser com o poder do Nascimento O Tom Auto existente (CAN) induz-me a questionar: o quê, onde, quando, porquê e como; induz-me a definir detalhes, especificar, determinar parâmetros e medir possíveis cenários. Planeio e sonho com a estrutura que almejo! A sabedoria do tom auto existente ajuda o meu desenvolvimento ao observar que, quando registro a fórmula para a criação de algo, os outros podem replicá-las, baseando-se nos meus valores. Lembro-me das minhas definições cotidianas e construo as minhas próprias percepções, que dão forma ao mundo. Todos funcionamos como sistemas abertos, portanto sou capaz de reestruturar as minhas perspectivas e transformar a minha realidade. O Dragão Vermelho (IMIX) representa o início, a fonte primária, a mãe da vida, as águas primordiais, o que dá à luz, o iniciador, o fornecedor. A causa primeira, a origem de tudo, o que nutre a vida. É a energia que manifesta o que há de mais oculto dentro de mim, algo muitas vezes desconhecido pela minha consciência. Sinto-me profundamente conectado com os desejos mais íntimos da minha alma, que normalmente se escondem nos outros dias. Expresso esses desejos ao universo e às pessoas que me cercam. Peço ao universo o que preciso e o que, realmente, quero da vida. Inicio, nutro ideias e faço nascer. O Dragão faz-me notar que o universo está constantemente a ouvir-me e que sou completamente responsável pelos eventos que vivo. Como ser individual, sou uma parte de um conjunto maior. Quando consigo ver a vida como algo que parte de uma única fonte, adquiro empatia, paciência e bondade. Ao nutrir os outros, nutro-me a mim mesmo e à minha unificação. O Dragão leva-me a questionar o que está por trás da vida, o que jaz debaixo de tudo o que sou e faço. Tenho acesso ao estado de ser quando estou livre de qualquer compromisso, rumo ou obrigação. Quando não tenho nada a provar ou nenhum lugar para ir, resta-me apenas a pura e abundante existência. A forma ideal emerge quando entrego o propósito de refletir, atraindo a ordem, bem como os meus desejos ao Plano Maior e me torno receptivo e confiante em relação à forma que é canalizada através de mim. Uso o poder da definição para ver, compreender e relacionar-me com a vida mais autenticamente. Medir permite-me ver a dimensão das coisas e dá-me o poder do discernimento, para que se manifeste o alinhamento correto. “Tomo minhas decisões, baseando-me nos princípios da verdade; rompo estruturas e vivo ordenadamente.”

Kin 121, Dragão Auto Existente Vermelho Eu defino com o fim de nutrir Medindo o ser Selo a entrada do nascimento Com o tom auto existente da forma Eu sou guiado pelo poder da navegação Tom 04: Auto existente (CAN) – Qual a forma? PODER – Define | AÇÃO – Mede | ESSÊNCIA – Forma SELO 01 – Dragão Vermelho (IMIX) PODER – Nascimento | AÇÃO – Nutrir | ESSÊNCIA – Ser


Castelo Azul Oeste do Queimar

Dragão Vermelho

Gênese do Dragão

Onda Encantada 10 do Espelho Branco

Tom Auto existente

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo