• Saviitri Ananda

MACACO RITMICO - KIN 71


O Kin de hoje traz a energia do Macaco. O Macaco brinca com a ilusão e a magia e nós temos que estar atentos sobre como direcionamos nossa energia. Precisamos estar vigilantes pois ultimamente estamos recebendo uma grande quantidade de mensagens e informações através, principalmente, da Internet, porém, o que é realmente verdade, ilusão ou apenas o aproveitamento da credibilidade alheia para inundar a mente de medo? Precisamos estar receptivos às mensagens, todavia é preciso receber essas mensagens com o coração e visão aberta, pois a busca de cada um se torna cada vez mais intensa e, essa exploração de espaços, pode ser muito perigosa, podendo nos conduzir ao medo, superstição ou descrença. É necessário que fiquemos atentos aos sinais que vêm do nosso Eu interior, pois só ele sabe discernir a realidade da ilusão, porque está acima do ego que foi construído através de conceitos variados acerca de tudo. Precisamos nos concentrar nos sinais, nas sincronicidades, e permitir a evolução das coisas, em nossas vidas, evitando deixar as coisas estagnadas. A inércia nos momentos que mais se tem que agir é sinal de desistência da evolução e isso só vai atrasar nosso caminho, mantendo nosso ser na densidade. Que possamos evoluir nosso ser, libertar a nossa essência mais pura e exercer a nossa multidimensionalidade.


Bjos no Coração Abraço na Alma Namastê! Saviitri Ananda - CRTH0230


Kin 71, Macaco Rítmico Azul Brincar, Equilibrando a Ilusão com o poder da Magia O Tom Rítmico (UAC) é o tom da organização e do equilíbrio. Toda a vida na Terra é influenciada pelos ritmos das combinações dos movimentos celestes, incluindo os ritmos do nosso corpo. O período do dia, por exemplo, oferece uma energia muito alta do Sol que externaliza a comunicação e o esforço. O período da noite, ao contrário, acolhe o aprofundamento da intuição e dos processos internos. Ao perceber as oscilações da natureza, recebo o apoio dos seus ciclos para aprimorar os meus esforços. Quando presto atenção aos meus ritmos pessoais, posso encontrar maneiras inovadoras para ter acesso níveis mais profundos de equilíbrio, tanto físico quanto emocional. Uma sensação de equilíbrio pode ser conquistada quando aceito a vida como um processo, um movimento contínuo que requer organizações e reorganizações, um malabarismo sagrado. Quando organizo os elementos da minha vida, trago eficiência e funcionalidade para a minha realidade. Através dos olhos da igualdade, todos os momentos contribuem igualmente para o equilíbrio sagrado da minha vida. O Macaco (CHUEN) pede-me para romper com as estruturas, as imagens e as crenças que já não me servem. A energia do Macaco convida-me a proceder de forma espontânea e imprevisível, a sorrir, a não ficar tão sério, a acreditar na magia do momento. Observo o que se liberta com a espontaneidade. A realização pode ser prazerosa. Lembro-me de há perfeição em tudo e que tudo o que me acontece é perfeito. À medida que caem as muralhas, revela-se o meu sorriso e a luz da minha Essência aparece. Exploro a minha criatividade e a pessoa brincalhona que há em mim, em vez de tentar pensar racionalmente. Pode surgir uma resposta quando menos espero. Pinto a minha cara com o improvável, torno-me o palhaço. Se estou numa situação difícil, abro espaço para o humor. Quando as coisas parecem ser demasiado complexas, simplifico. Faço surgir a criança em mim e deixo que ela dance, que desenhe colorido, cante, ria e brinque. Estas atividades são para as crianças divinas de todas as idades. O único momento é agora. Vivo os meus sonhos e visões, vendo que tudo é sagrado e, por natureza, alegre e divertido. Como criança divina, ando novamente pelo caminho da inocência recuperada. Retiro a mascara da preocupação e reclamo a minha plenitude. Lembro-me de que, como criança divina, não tenho de fazer nada, nem ser nada, a não ser incorporar a sensível presença do amor. Sou lembrado que “tudo passa” e que “tudo volta”. Vejo todos os seres na luz da igualdade. Quando reconheço cada um como um Kin Planetário, todos carregamos um poder e um lugar igualmente importantes. Igualdade significa equilíbrio e proporções iguais. É preciso consciência e compromisso para criar igualdade e equilíbrio. Equilíbrio orgânico significa que a vida está sempre a crescer, a evoluir e a transformar-se. Portanto, é preciso estar sempre a equilibrar as coisas. Então tudo flui com eficiência, sem esforço; pacífica e harmoniosamente. Trabalho com a minha mente para nutri-la com energias que a equilibrem, levando-a a um estado de cooperação com o espírito.

“Afasto as preocupações, atuo com espontaneidade e equilibro minha criatividade.”

Kin 71, Macaco Rítmico Azul Eu organizo com o fim de brincar Equilibrando a ilusão Selo o processo da magia Com o tom rítmico da igualdade Eu sou guiado pelo meu próprio poder duplicado TOM 06: Rítmico (UAC) – Como equilibrar o desafio? PODER – Organiza | AÇÃO – Equilibra | ESSÊNCIA – Igualdade SELO 11 – Macaco Azul (CHUEN) PODER – Magia | AÇÃO – Brincar | ESSÊNCIA – Ilusão Fonte: www.pan-portugal.com

Bjos no Coração Namastê!





0 comentário

Posts recentes

Ver tudo