• Saviitri Ananda

ONDA ENCANTADA DO ESPELHO - 10ª


KIN 118: ESPELHO MAGNÉTICO BRANCO Unifico com o fim de refletir Atraindo a ordem Selo a matriz do infinito Com o tom magnético do propósito Eu sou guiado pelo meu próprio poder duplicado

“Começo a refletir a ordem.

Hoje é um novo dia de harmonia, conhecimento e abundância espiritual”.



cima Onda Encantada do Espelho Branco. Poder do Infinito. Palavras chaves do Espelho Branco:

Refletir – Ordem – Infinito.

Propósitos deste período: Refletir, mantendo a ordem, potencializar a comunicação, desapegue-se e seja leal consigo mesmo.


Esta Onda Encantada lhe conduz a atravessar o grande Portal do Espelho, onde você deverá encarar a si mesmo, em sua essência mais pura. E essa travessia durará 13 dias. É a sua oportunidade para deixar emergir seu Ser mais cristalino, longe das ilusões e de uma imagem fictícia de você mesmo. Durante este período, serão expressos os sentidos da palavra Refletir, assim, Reflita em tudo o que fizer, com calma e ordem; reflita a sua própria luz interior, sem ofuscação; reflita a sabedoria da sua mente e lembre-se que você também reflete o outro, se tornando um espelho também. Então, se mantenha “em ordem”. Ordene tanto os seus pensamentos como as suas ações. Procure sempre manter a calma, pois ela reflete a sua paz interior. Se tudo parecer confuso, pare, tome uma inalação profunda e ao exalar pense: “tudo está bem, tranqüilo e em ordem comigo, pois sou o reflexo da Luz Universal que banha o meu ambiente com a paz”. Converse com você mesmo. Experimente fazer isso se olhando no espelho. Não se sinta distante ou separado de sua própria divindade, porque você é tão somente você mesmo e isso quer dizer: Luz. Procure se expressar da forma mais clara quanto possível, permitindo que o outro também se expresse. Evite concentrar a conversação apenas em seus pontos de vista. Saber escutar é uma forma de falar e de dizer que você respeita, também, o outro, tanto quanto você. Saiba perdoar e transmutar toda e qualquer situação negativa, porém se a negatividade for insuportável, se afaste do ambiente. Desapegue-se. Procure fazer mudanças em sua vida começando a desapegar-se de velhas situações, de velhos padrões, de velhos pensamentos. O novo clama por luz e como duas coisas não ocupam o mesmo lugar no espaço, você deve se desapegar do que não faz mais sentido para você e, só assim, a luz do novo pode brilhar. Às vezes costuma-se permanecer em uma situação sem sentido, por medo de mudar. Solte, deixe ir. Lembre-se: O planeta está passando por uma grande transmutação, onde o desapego é a ordem do dia. Só assim, pode-se dar um salto dimensional junto com o planeta e cabe a você ajudar a iluminar o planeta através do seu grande amor universal. Seja leal ao amor que você sente por si mesmo e que esse amor reflita o Grande Amor Universal projetado através de toda a galáxia para a expansão da paz que tanto precisamos em nosso planeta.

Desafios (o que devo aprender?): Estabilizar a energia. Equilibrar a intuição e produzir a cura.

Fique atento, durante esta onda para não perder energia. Às vezes os processos intensos, aos quais somos submetidos, nos levam a locais densos, nos afastando do centro. Aí é o momento de se perder muita energia, se desvitalizando. É preciso estar centrado. Haverá tendência a se sentir exausto ou acelerado. Então, é necessário se abastecer de energia extra, que é obtida através de exercícios respiratórios, onde você deve acalmar todo o seu ser. É bom ler um bom livro ou escutar músicas que acalmem. Durante o período dessa onda encantada, procure transformar toda a energia negativa e promover uma profunda modificação em si mesmo. Fique atento para não se desconectar de si mesmo e tender a compulsões ou geração de um ambiente denso, com impulsos violentos. Organize seus sonhos. Determine o que é imediato e siga a sua intuição. Procure evitar momentos demasiados de solidão ou longas introspecções, pois poderá tender a uma depressão e isso não é nada bom, no momento atual em que se encontra o planeta. Fique mais receptivo às mudanças, seguindo, sempre, a sua intuição. Durante este período, também muita coisa deverá chegar com abundância. Assim, evite pensamentos negativos ou se envolver em situações que lhe levem a ter sentimentos negativos. Separe um instante durante seu dia, para fazer meditação e refletir em si mesmo buscando o auto-conhecimento para se curar. Saiba porque você reage e age de determinada forma, como você e seu corpo respondem a determinadas situações. Comprometa-se a realizar sua própria cura.


Ação: Ativar a luz, concentrar-se e libertar a arte. Quando se fala em ativar a luz, significa que você deve trazer a luz para a sua vida.

Buscar sabedoria e conhecimento que auxiliem na sua auto-iluminação. Muita gente vê a iluminação como algo pertencente apenas a algumas poucas pessoas, santos e monges orientais, mas isso não é verdade, essa concepção só existe porque eles realmente acreditam que são seres que alcançarão a iluminação. Cada Ser é um grande Sol e, como tal, propensos, a iluminar. Então, se veja como esse grande Sol, que é a matriz do Fogo Universal e brilhe, porque você está aqui para isso. Brilhar. Mas que esse brilho não lhe leve a um estado de superioridade perante os outros seres. Porque desde uma microscópica formiga até um grande ser humano todos possuem seu próprio brilho, que é necessário ao planeta. Concentre-se. Focalize sua meta. Permita o florescimento e amadurecimento de seus ideais. Harmonize-se com seu ser interior e se deixe inspirar pela percepção. Na vida, qualquer coisa só pode florescer quando se dedica um pouco de concentração e se tem a certeza de sua própria realização. Procure se entregar e se integrar à beleza. Perceba isso em cada instante, em cada detalhe, em cada ação. Tudo neste planeta gira na mais perfeita harmonia, apenas nos esquecemos de observar isso, por se estar muito preocupado com o ambiente tridimensional imediato. Assim, liberte a arte no planeta. Observe a elegância de cada estrela, de cada flor, de cada árvore, de cada pássaro e de cada ser. A harmonia da freqüência da luz, que nos permite ver a cor. Então, preencha a sua vida com a harmonia, qualquer coisa que não compartilhe a harmonia, não vale a pena e acima de tudo, seja elegante na forma de falar e tratar os seres, seja lá quem for, da pedra ao animal, à planta, ao humano.

Forma de agir: Definir a forma de ser, modelar o instinto e dedicar-se à purificação.

Para você ser, deve nutrir-se de tudo o que é sagrado, porque assim é você e tudo o que você olha. Procure nutrir-se de bons pensamentos, boas leituras e boas companhias. Quando se diz a palavra, bom, não se tem aqui nenhuma conotação religiosa ou filosófica. O bom é tudo aquilo que dá satisfação e trás harmonia e, conseqüentemente, paz interior. Então, durante este período, cuide de você mesmo, como a maior forma de expressão cósmica. Busque integrar-se ao que você acha essencial para a sua sobrevivência. Modele seus instintos negativos e procure manter o controle sobre eles e não perder energia vital com repentes. Faça tudo com uma profunda paixão e satisfação. Se o que você faz, não possui essas duas qualidades, então, está na hora de você repensar sua vida, para não vir à tona como uma enfermidade física ou emocional causada por uma frustração. Este período também está propício a se buscar purificar as emoções desarmônicas. Na realidade é um período para se pensar em si mesmo como um reflexo da luz divina, onde tem lugar a harmonia, a modelação de instintos negativos pela definição de cada um, e, um ser consciente do que lhe acontece e purificado de emoções negativas, está pronto para se auto-iluminar e brilhar, como uma estrela a mais no planeta Terra e, sendo assim, compartilhe com os outros suas deduções e experiências positivas para ajudar outros a se purificarem, também. Pois, somos tão somente uma rede de filamentos energéticos, expandindo a luz que purifica todo o planeta. Vôo Mágico (qual é a saída?): Amar. Muitos artistas, poetas, filósofos e seres iluminados, têm dito que “O Amor é a Resposta”. Porém dizer é muito diferente de fazer acontecer. Quando se fala de amor, não se está falando de um sentimento egoísta e co-dependente, que se nutre por outra pessoa, mas de um sentimento puro, livre de co-dependência e sagrado. Um sentimento incondicional, não submisso, mas consciente de seu lugar no planeta. É olhar para cada lugar, ver cada ser, de qualquer reino e sentir o sagrado que é, o divino que é e ser inundado por um sentimento tão grande que desconhece esse tempo e espaço tridimensional. Foi este sentimento que fez os Maias nos deixarem formas para abrir nossos caminhos, para o despertar de uma nova consciência e, palavras sagradas como “In Lak’ech!”, que quer dizer “eu sou o outro você”. “... Nós somos muito mais do que sabemos. Nós nos esquecemos. ... o seu corpo é o padrão de medida ou a imagem holográfica do universo, e que vocês, o espírito, desempenham um papel mais importante na vida do que a sociedade nos ensinou”.

In Lake’ch

Bjos no Coração Abraço na Alma Namastê! Saviitri Ananda - CRTH0230


0 comentário

Posts recentes

Ver tudo