• Saviitri Ananda

SOL - LUZ DA VIDA



O Sol é uma estrela, e nós, que estamos na Terra, somos o terceiro planeta que giramos em torno dele. Ele nos fornece calor e é uma grande fonte de energia luminosa, sendo fundamental para a sobrevivência de muitos seres vivos. O Sol é o centro de toda a vida, a fonte positiva e primordial de tudo que existe e no Sol estão contidos todos os significados de todos os outros planetas, de todas as formas de existência que se manifestam no sistema solar.

É incontestável que o Sol é um gerador de vida: fornece luz aos planetas para que eles se manifestem e confere sentido e unidade a todo o sistema planetário, sem ele não haveria organização entre os demais planetas e astros do sistema. É o Sol quem traz crescimento e claridade para a Mãe Terra, é a fonte de vida em Gaya e muitos rituais e cerimônias são relacionados com a trajetória do Sol.


Os solstícios e equinócios sempre foram acontecimentos entre os xamãs. Em muitas culturas os nativos dançam em torno de fogueiras, árvores, obeliscos, símbolos associados ao sol, a fonte da vida. Para os nativos americanos a Águia representa a guardiã do Portal Dourado, da direção Leste, onde o Sol nasce. Eles executam a dança do Sol, girando em torno da árvore. Existe outro tipo de dança do Sol, que é realizada anualmente pelos guerreiros, que se trata de um ritual de sacrifício, onde o dançarino tem o seu músculo peitoral perfurado, e em seguida é atado com tiras de couro na árvore. Para os aborígines o Sol é o fogo do corpo e da natureza. Nas nações antigas, altares e monumentos eram dedicados ao disco solar. O Sol é o Símbolo da Autoridade Suprema do Criador. Para os Egípcios, o Sol, é o símbolo da imortalidade, morrendo a cada noite e renascendo a cada dia. Era personificado como Deus Rá.


No Peru realiza-se anualmente a festa do Sol, Tata Inti, era considerado pelos incas como doador da vida. Eles se consideravam ”Os Filhos do Sol” e em todas as cidades incas existia uma pedra chamada Intihuatana, que assinalava os dias em que o Sol chegava ao centro, ou seja, exatamente meio-dia. Alguns místicos afirmam que existem três sóis em cada sistema solar ( espírito – alma – corpo ) . Paracelso falava da existência de um Sol Terreno que causa o calor, permitindo aos que enxergam vê-lo, e aos cegos sentirem o seu calor e dizia que há um Sol interno, que é a fonte de toda sabedoria, despertando corpos espirituais, trazendo consciência, e, aqueles que ainda não despertaram a sua consciência podem sentir seu poder através da intuição. Ele é a representação da força consciente para dissipar a escuridão.


Todos nós sabemos da importância do sol para nossas vidas. Mas existem algumas profecias que falam do desaparecimento do sol. É uma hipótese remota e difícil de imaginar, pelo menos enquanto nós ainda estivermos vivendo na Terra. Segundo estudo liderado pela astrônoma Juliana Sackmann, do Instituto de Tecnologia da Califórnia, o sol deve desaparecer daqui 7,5 bilhões de anos. Isso porque nesse período o hidrogênio terá se esgotado e o sol começará a queimar hélio. Antes de desaparecer, no entanto, a vida na terra já terá sido dizimada. Ao queimar hélio no lugar do hidrogênio, as temperaturas do nosso planeta subirão consideravelmente, chegando a uma temperatura acima do planeta Vênus atualmente, que é de 500º Celsius. Mas como felizmente o sol seguirá radiando energia e luz por bilhões de anos, vamos tratar aqui do que realmente nos impacta e interessa: a importância do sol para nossas vidas e do planeta.


O Sol é muito importante para todo o reino vegetal. Ao emitir energia na forma de luz e calor faz acontecer o processo da fotossíntese. Sem esse processo nossa alimentação estaria comprometida, já que é através da luz solar que as plantas desenvolvem seus frutos. Outro impacto negativo do desaparecimento do sol seria que nosso planeta ficaria extremamente gelado. Assim congelaria os rios, mares, plantas e até nós humanos. Embora não desapareça por completo, já sentimos os efeitos do seu desaparecimento em dias nublados ou no inverno, quando diminui as horas de sol nos nossos dias. Esse efeito é ainda mais sentido em países afastados da linha do equador, onde as horas de sol durante o inverno são reduzidas drasticamente. Esse é o caso dos países nórdicos, como Dinamarca, Suécia e Noruega. No norte da Noruega, por exemplo, pode se ter 24 horas de sol durante o verão, mas há dias sem nenhum sol no meio do inverno.


A exposição a luz solar estimula a produção de dopamina, melatonina e serotonina. Essas três substâncias são responsáveis por trazerem bom humor, energia e ainda regular nosso sono. Sem a exposição solar, ou com a exposição reduzida aos raios solares o nosso organismo diminui a produção dessas substâncias podendo provocar, por exemplo, excesso de sono, um sintoma típico da depressão. Mas nós brasileiros temos a sorte de viver em um país tropical, com excelente exposição ao Sol e, talvez por isso sejamos conhecido pelo nossa alegria e bom humor. Por isso devemos aproveitar o sol que brilha para nós todos os dias do ano. Claro, com o devido cuidado para evitar câncer de pele e outras doenças ocasionadas pelo excesso de exposição ao sol. Moderação é palavra de ordem, nesse caso. Mas além de aproveitar o astro-rei direta ou indiretamente, uma outra utilidade pode fazer você ser responsável por diminuir o impacto ambiental do planeta e ainda economizar dinheiro: a energia solar fotovoltaica. Transformar a radiação solar em energia elétrica limpa e renovável é mais do que possível, é fácil e acessível.


A importância do Sol para a humanidade faz-se em diversos sentidos. Em primeiro lugar, é graças à sua luz e calor que podemos sobreviver. A distância da Terra em relação ao astro é perfeita a ponto de não deixar o nosso planeta nem quente e nem frio demais, propiciando a manutenção da vida. Além do mais, é através da absorção da luz solar que as plantas e algas realizam a fotossíntese, que se transformam em energia e abastecem os demais seres através da cadeia alimentar.


Seja qual for o aspecto que analisemos, o SOL é importante, essencial e dentro do Tzolkin ele sinaliza a iluminação de um novo caminho. Deixamos o “velho”, nos transformamos em função do “novo”, seja atitudes, crenças, projetos, caminhos de vida.


Bjos no Coração

Namastê!

Saviitri Ananda – CRTH0230


Recomendo a leitura :

http://www.xamanismoancestral.com.br/artigos/geometria_sol_mistico.html






0 comentário

Posts recentes

Ver tudo