• Saviitri Ananda

TARÔ DOS KINS


DISPONIBILIZADO AGORA EM ARQUIVO #taro-dos-kins-taroterapia-KINTERAPIA *marque sua consulta on line - kinterapia@gmail.com

Carl G. Jung, pai da Psicologia Analítica, foi um dos grandes responsáveis pelo uso do tarô como terapia (Taroterapia). Jung realizou estudos profundos sobre a participação da mística no funcionamento da psique e encontrou nos oráculos um campo fértil de pesquisa, dedicando-se à astrologia, I Ching, Tarô. Para ele, esses eram instrumentos que promoviam um diálogo com forças invisíveis, a voz do inconsciente e assim a astrologia, I Ching, Tarô se transformam em veículos interessantes ao processo de autoconhecimento.

Jung contribuiu para uma nova e mais significativa compreensão da natureza da consciência: a de que ela só pode ser renovada e ampliada, pela manutenção de suas linhas não racionais de comunicação com o inconsciente coletivo. Denominou de “arquétipos” a estas forças instintivas que operam de modo autônomo nas profundezas da psique humana e que estão simbolicamente representadas nos Arcanos do Tarô; seguindo os postulados de Jung, pelo baralho de Tarô e suas 78 lâminas (Taroterapia), podemos alcançar autoconhecimento e organizar o “caos nosso de cada dia”. O Tarô dos KINS é composto por 72 lâminas que se dividem da seguinte maneira: Arcanos Menores - 20 Kins

- 13 Tons

- 7 Direções

- 5 Castelos Arcanos Maiores - 20 Arquétipos

- 7 Grandes Mestres

Adquira o TARÔ DOS KINS que lhe traz a vivência do Tzolkin (Calendário das 13 Luas): Investimento: R$ 120 + frete (JOGO DE CARTAS + MANUAL) Ou R$ 100 - em arquivo para imprimir


- PEDIDOS VIA kinterapia@gmail.com Mapa com análise Védica,- 270 Análise do seu KIN - 100 Consultas on line - 100



O Tarô é “mágico”. Dentre todas as lâminas do jogo, escolhemos as cartas “precisas” para ilustrar o momento em que estamos vivendo. Permite buscar um aprofundamento em nós mesmos. O oráculo funciona como uma eficaz ferramenta de acesso ao inconsciente. Todavia não se deve esperar previsões e sim, focar em esclarecimentos pertinentes ao desenvolvimento pessoal, ao autoconhecimento. Através das lâminas conversamos com nosso inconsciente e através de símbolos nossa visão se ilumina. Uma escolha feita, ao acaso, concede ao inconsciente um veículo para que se expresse e através da simbologia das cartas, se estabelece uma ponte de comunicação com a consciência. Podemos jogar sozinhos, mas não teremos as respostas porque usaremos o nosso “raciocínio” para interpretá-las e por isso cabe ao terapeuta (com o menor grau de interferência, de preconceitos e de opiniões próprias), o papel de decodificação e organização das informações. Ao consultar o Tarô, trazemos à luz essas forças instintuais, o que nos permite compreender de que forma elas vêm influenciando nossas ações, e qual o melhor modo de agir para integrá-las ao nosso consciente. O Tarô é uma chave para o desenvolvimento pessoal, mas temos que confiar no poder de estarmos sendo guiados com sabedoria por esse invisível, pelo deus que habita dentro de nós (Namastê). Assim, o oráculo desmascara a nossa tentativa de controle exaustivo, mas também nos desperta a agir e dá a clareza necessária para o entendimento da postura adotada diante dos nossos objetivos, e do que precisa ser feito para que possamos alcançá-los. Aprendemos a medir nossos medos e ansiedades. Entendemos sobre a verdadeira função dos outros em nossa vida, e vice-versa e nos tornamos mais responsáveis pelo futuro que tanto desejamos. E sabemos que quanto maior for a sintonia entre nossas ações conscientes e os conteúdos inconscientes de nossa psique, mais harmonia, equilíbrio e serenidade estarão presentes em nossa vida. Bjos no Coração Abraço na Alma Namastê Saviitri Ananda - CRTH0230




0 comentário

Posts recentes

Ver tudo