• Saviitri Ananda

O QUE É KINTERAPIA

Atualizado: 8 de fev.


A KINTERAPIA surgiu da junção dos conhecimentos da Ayurveda, do Munay Ki e do Tempo Arte (Calendário Maia) com objetivo de respeitar a Energia maior na qual o Universo vibra, nos realinhando e nos harmonizando com ele. Urge que estejamos atentos às sincronicidades desta vida e precisamos seguir nosso verdadeiro tempo.  Tanto Eistein na física, como Jung na psicologia trabalharam com o conceito de sincronicidade e aceitavam o fato de que caminhávamos para uma grande mudança, para um ponto de virada na história da humanidade. Estamos nesse processo de mudança e constatamos isso pelo caos em que se encontra a nossa sociedade; todavia as crises provocam o caos, mas são pontos de renascimento também.  O velho é deixado de lado e o novo vai chegando e se estabelecendo. Estamos  vivenciando o mito da Fênix, "renascendo das cinzas" e vamos dar um salto quântico para nos tornar "noosféricos", seres com a capacidade de perceber as sincronicidades, todas as vibração que compõem o mundo físico e sutil.  Temos como nos reconectar através da nossa linhagem, da nossa essência e acessar, a nível energético, todas as ferramentas de cura que vão nos possibilitar não apenas a nossa cura, mas a cura de todos, inclusive de Gaya.


A primeira postura que deve-se ter nesse tempo de grandes mudanças é reconhecer que a nossa mente tem muita dificuldade em escutar esse "chamado" que nos impulsiona às transformações porque na verdade, esse é um chamado para a nossa alma. Chegou o momento de colocarmos "pé firme" na nossa senda e curarmos todas as velhas feridas que nos incomodam e nos ancoram numa realidade que não é mais nossa. Precisamos despertar a nossa divindade e reconhecer que somos deuses, somos co-criadores da realidade. E essa realidade nos permite trilhar caminhos junto com as estrelas, vibrando e nos expandindo em Luz, sincronizados com o Universo e toda a vida que nele pulsa. Estamos conscientes dessa dinâmica que impulsiona o universo; repetitivos ciclos de mudanças, processos ascendentes que se movimentam e nos movimentam também e por isso nos propomos a nos trabalhar, a desenvolver nossa energia criativa, a buscar um maior autoconhecimento, a respeitar as sincronicidades operando no dia a dia. Isso é a KINTERAPIA; uma ferramenta para que as pessoas se encontrem, principalmente a si mesmas e, através de processos de cura se reconectem à sua energia verdadeira se harmonizando com Gaya e seus seres. Há muitos caminhos, muitas formas de nos harmonizarmos com a nossa própria natureza e com o planeta. Dentre muitas formas, as tradições antigas nos ensinam práticas, principalmente relacionadas com o uso da respiração e da interiorização, processos de cura, de liberação, nem sempre agradáveis. Quando ficamos receptivos a "tudo", quando "abrimos nosso coração estamos  sendo "ser-com-mundo" -uma expressão criada por Heidegger (filósofo alemão) para dizer do nosso estado original de integração e inter relação - estamos simplesmente "com" tudo o que surge, estamos abrindo espaço para a próxima etapa.  A próxima etapa é sempre uma incógnita. Podemos encontrar boas sensações, mas também podemos  ter que encarar nossos medos, culpas, inseguranças. De algum modo abrimos a "caixa de Pandora" e em determinado momento, podemos achar a "esperança", recursos que ficaram no fundo, bem no fundo da caixa e que quase foram despercebidos.  Esses recursos, quando garimpados vão nos instrumentar para enfrentar os novos desafios e nos fazer transcender através dos desafios. Podemos encontrar novos potenciais até então desconhecidos e experimentar novas visões, ideias, intuições, abrindo-nos para novos significados. Porém existe um ritmo natural para esses processos, e quando percebemos o que nos irrita ou nos deixa desconfortáveis, vamos liberando "os males" de forma tranquila e deixando apenas as energias que devem ser incentivadas. Após tantas descobertas tecnológicas, percebemos que a "sabedoria" reside na simplicidade da vida e o resgatar da medicina usada por nossos ancestrais, os métodos naturais de cura, uma maneira natural de viver, através do sentir e não do pensar (pensamento cartesiano) vão nos centrando e nos dando conta das sincronicidades dessa Vida. Uma mudança exige que se abram novas portas. Para abrir novas portas, precisamos fechar as que ficaram para trás. A KINTERAPIA vai permitir  que todas as portas sejam fechadas e deixar o indivíduo em sincronia com o universo, permitindo que abra com segurança outras e novas portas. Para dar essa segurança e permitir realização é necessário comungar com todas as energias disponíveis e para catalizar essas energias, precisamos do nosso corpo, que por sua vez realimentará nossa alma. Bjos no Coração Namastê! Saviitri Ananda - CRTH/BR0230


0 comentário

Posts recentes

Ver tudo