Tarô dos Kins

O jogo de Tarô é uma das ferramentas de que dispomos para ter acesso à realidade cósmica, ao Tempo Natural, a nossa essência, um mergulho nos motivos que influenciam nossos atos, ações, pensamentos e sentimentos e nos norteiam em nosso propósito. 

 

Na Taroterapia descobrimos que o simbolismo das lâminas faz uma correlação perfeita com os conteúdos inconscientes que existem em todo ser humano independente de raça ou cultura, o inconsciente coletivo. O alvo da Taroterapia é estabelecer a relação entre esse grande inconsciente coletivo e a consciência individual do homem, pois o consciente e o inconsciente existem num estado profundo de interdependência recíproca e o bem estar de um é impossível sem o do outro. 

 

O autoconhecimento é uma máxima hoje em dia; “conhece-te a ti mesmo” implica no conhecimento dos inúmeros impulsos e instintos de ordem psicológica, além disso, um conhecimento de todos os ciclos de desenvolvimento atuantes dentro do indivíduo. 

 

Atualmente a quântica nos confirma que somos co-criadores do Universo e por isso, precisamos nos aprofundar em nós mesmos e em nosso próprio microcosmo, contribuindo assim para a melhoria da Criação divina. Urge a necessidade de se abandonar o pensamento cartesiano, a lógica onde o consciente é um simples estado de mente e espírito intelectual e racional. 

 

Estudos que partiram de Jung apresentam provas, extraídas de muitas experiências no trabalho com pessoas desequilibradas e com muitos conflitos (loucos, esquizofrênicos, neuróticos, etc.), de que a maior parte das formas de insanidade e desorientação mental eram causadas por um estreitamento da consciência e sua excessiva racionalização. 

 

 

 

 

Ao consultar o Tarô, trazemos à luz essas forças instintuais, o que nos permite compreender de que forma elas vêm influenciando nossas ações, e qual o melhor modo de agir para integrá-las ao nosso consciente. O Tarô é uma chave para o desenvolvimento pessoal, mas temos que confiar no poder de estarmos sendo guiados com sabedoria por esse invisível, pelo deus que habita dentro de nós (Namastê). 

Assim, o oráculo desmascara a nossa tentativa de controle exaustivo, mas também nos desperta a agir e dá a clareza necessária para o entendimento da postura adotada diante dos nossos objetivos, e do que precisa ser feito para que possamos alcançá-los. Aprendemos a medir nossos medos e ansiedades. 

 

Entendemos sobre a verdadeira função dos outros em nossa vida, e vice-versa e nos tornamos mais responsáveis pelo futuro que tanto desejamos. E sabemos que quanto maior for a sintonia entre nossas ações conscientes e os conteúdos inconscientes de nossa psique, mais harmonia, equilíbrio e serenidade estarão presentes em nossa vida.

tarotodosinksi.png

O Tarô dos Kins é “mágico”. Dentre todas as lâminas do jogo, escolhemos as cartas “precisas” para ilustrar o momento em que estamos vivendo. Permite buscar um aprofundamento em nós mesmos. O oráculo funciona como uma eficaz ferramenta de acesso ao inconsciente. Todavia não se deve esperar previsões e sim, focar em esclarecimentos pertinentes ao desenvolvimento pessoal, ao autoconhecimento. 

 

Através das lâminas conversamos com nosso inconsciente e através de símbolos nossa visão se ilumina. Uma escolha feita, ao acaso, concede ao inconsciente um veículo para que se expresse e através da simbologia das cartas, se estabelece uma ponte de comunicação com a consciência. 

 

Podemos jogar sozinhos, mas não teremos as respostas porque usaremos o nosso “raciocínio” para interpretá-las e por isso cabe ao terapeuta (com o menor grau de interferência, de preconceitos e de opiniões próprias), o papel de decodificação e organização das informações.

 

Ficou interessado (a)? Entre em contato!

Obrigada pelo envio!